Porque a cultura pop japonesa está influenciando o mundo?

Conhecido por seu isolamento cultural, há décadas o Japão vem deixando essa marca de lado e, não apenas assimilando traços da cultura ocidental, como espalhando a cultura pop japonesa pelo mundo.

Essa cultura pode ser vista das mais diversas formas, seja com os mangás, que se tornaram leitura quase que obrigatória de adolescentes e adultos, os cosplays que invadem feiras especializadas e a própria música pop japonesa.

Mas, afinal, porque a cultura pop japonesa está influenciando o mundo? Porque vem tomando o lugar dos ícones norte-americanos no imaginário juvenil?

Para responder a estas e outras perguntas, elaboramos um texto rico sobre o tema.

Influências da cultura pop no mundo

A cultura pop japonesa começou a ganhar destaque fora dos limites do país a partir da década de 1970, quando heróis populares no país se tornaram populares em nações como o Brasil.

Personagens como Nacional Kid invadiram as brincadeiras de crianças ao redor do globo, sendo seguidos por uma legião de heróis, como Jaspion, que tomavam os canais abertos brasileiros e encantavam os pequenos.

Porém, a força da cultura pop japonesa pode ser percebida com muito mais força a partir da década de 1990, quando mangás tradicionais no país foram transformados em animes e viraram febre pelo mundo.

Mas, afinal, porque isso aconteceu? Porque a cultura japonesa vem conquistando cada vez mais adeptos? O que levou as produções deste país a ofuscar ou até mesmo inspirar produções vindas dos Estados Unidos?

Isolamento

O próprio isolamento que marcou a cultura japonesa por muitos séculos já representa um fator de atração. Estrangeiros que conhecem os traços culturais do país ficam fascinados.

Um bom exemplo disto é a maneira como foi construída a cultura pop japonesa.

Surgida durante o Japão Império, quando as produções culturais retratavam partes do cotidiano, as criações do país começaram a tomar a forma como as conhecemos atualmente após a Segunda Guerra Mundial, quando o isolamento cultural do país foi quebrado.

Atrativos

Assim como boa parte das produções do mesmo segmento, a cultura pop japonesa funciona não apenas como uma válvula de escape frente às grandes pressões que marcam aquela sociedade.

O caráter estrito da sociedade e seu rígido estilo de vida, voltado quase que exclusivamente para o trabalho, motivaram o forte desenvolvimento experimentado pela cultura pop japonesa nos últimos anos.

O modo como as ditas criações pop são desenvolvidas representam, em si, seu próprio atrativo. Ao contrário das produções norte-americanas, que são pensadas para que o mundo assemelhe seus traços culturais, tudo o que é criado na cultura pop japonesa é pensado apenas para o público local.

Esse formato quase que exclusivo, com a exploração de traços únicos da cultura local fascinam os estrangeiros, que veem nestes produtos uma alternativa para entender este universo ainda tão fechado.

Além disso, a internet contribuiu para popularizar animes, mangás, filmes e outros produtos desta indústria. Com um clique histórias antes exclusivas se tornam acessíveis a qualquer um, em qualquer parte do globo.

Valores

Outro fator curioso que aumenta o interesse, principalmente dos mais jovens, pela cultura pop japonesa são os valores transmitidos por suas criações, principalmente mangás e animes.

Nestas produções é comum vermos os personagens principais tomando decisões que deixam claro a importância da amizade, do trabalho em grupo, da união, da igualdade, perseverança e da luta para transformar seu sonho em realidade.

Crianças e adolescentes que tomam contato com estes valores costumam assimilá-los para si, garantindo influências positivas no desenvolvimento de sua personalidade.

Estes valores tem, ainda, a capacidade de elevar a autoestima de muitos de seus leitores, que não apenas passa a acreditar mais em seu potencial como buscam formas para alcançar seus objetivos.

Com todas estas características, a cultura pop japonesa vem conquistando adeptos em todo o mundo, e nos mostrando que o Japão é muito mais do que o lar de incríveis desenhos animados ou grandes inovações tecnológicas.

É um país extremamente rico culturalmente e que, com suas produções inocentes ou mais trabalhadas, despertam o questionamento e a reflexão de muitos que as consomem.

Mangás, animes ou músicas japonesas não são produtos para serem consumidos passivamente. Devem ser discutidos, pensados e seu significado debatido intensamente, para que alcancem o público adequado.

 

Aproveite para fazer o download GRATUITO do ebook:

arrow

0 Comments